TPM

por Nina Lemos,
TPM #159

Defender os direitos dos refugiados e lutar contra o preconceito é seríssimo. Mas, pronto, já transformaram a causa em produto!

A questão dos refugiados de guerra é uma das mais importantes dos nossos tempos. Sim, sabemos. Agora, como tudo neste mundo vira consumo, viemos avisar que, pronto, gourmetizaram e empacotaram para presente uma luta tão séria.

Já existem todos os tipos de produtos pró refugee à venda. Claro que comprar uma camiseta com a inscrição “refugiados são bem-vindos” ou “nenhum homem é ilegal” e ainda ajudar a causa com o dinheiro arrecadado é incrível. Mas nem tudo é assim. É preciso cuidado para não cair no conto de quem só quer ganhar dinheiro.
Exemplo de camiseta sendo vendida na internet: “immigration is beautiful” (imigração é linda). Gente, pelo amor de todos os santos! Pergunta para um refugiado que ficou meses em um barco para escapar de um país em guerra se isso é lindo. Não, não é! A camiseta ainda tem uma imagem de uma borboleta.

Outro exemplo da gourmetização da causa. Em uma loja on-line, a Zazzle, que vende coisas fofas no geral (produtos para casa, pingentes, canecas), existe uma seção especial toda dedicada ao tema refugiados. Ali, você pode comprar coisas como: pingente de coração escrito refugee, chupeta temática, gravata com a estampa “refugee Welcome” e capa de celular de iPhone 6 por 60 euros (cerca de R$ 250)!

Guerra das calcinhas
Você pode ser mais maluco ainda e usar calcinha sexy refugee. Ou cueca. Algumas encontradas na loja on-line Café press: “expatriates are beautiful” (expatriados são lindos), “I love refugee”. Sim, em calcinhas e cuecas. E você ainda pode (mas não deve) comprar peças com tema contra os imigrantes. Num ato de imparcialidade bizarro, a mesma loja vende calcinhas com os dizeres: não entrem, protejam o país.
Algumas das calcinhas e cuecas antirrefugiados fazem parte da campanha do pré-candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump. Imagina encontrar um homem com cueca do Donald Trump? Fuja, amiga, fuja!

matérias relacionadas